Sexta, 12 de Julho de 2024
49 9 9111-4949
Senado Federal Senado Federal

Plínio Valério alerta sobre a gravidade da seca no Amazonas

O senador Plínio Valério (PSDB-AM), em pronunciamento nesta quarta-feira (19), chamou a atenção para a grave seca que afeta a Amazônia. O senador d...

19/06/2024 16h56
Por: Redação Fonte: Agência Senado
 - Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
- Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Plínio Valério (PSDB-AM), em pronunciamento nesta quarta-feira (19), chamou a atenção para a grave seca que afeta a Amazônia. O senador destacou que a crise climática tem consequências severas para as populações locais e alertou para o impacto da seca na navegação dos rios amazônicos.

— Já foram registrados vários encalhes de embarcações e várias outras nas pedras, ou seja, choque com obstáculos que normalmente estariam cobertos pelas águas. Para o empresário [Claudiomiro Carvalho, presidente da Associação Brasileira para o Desenvolvimento da Navegação Interior], que já presidiu o Sindicato das Empresas de Navegação (Sindarma), do Amazonas, a estiagem deste ano tende a piorar e exigirá ações rápidas e firmes do governo Federal para evitar a interrupção da navegação. A principal medida necessária será a dragagem dos pontos críticos. Talvez até já seja tarde essa dragagem que a gente pediu lá atrás — afirmou.

Plínio ressaltou que a seca também está afetando a navegação fluvial entre as cidades de Benjamin Constant e Tabatinga, o que, segundo ele, pode complicar o transporte e aumentar o custo do frete. O senador alertou ainda para a possibilidade de escassez de produtos, aumento nos preços e até racionamento de energia na região.

Continua após a publicidade
Anúncio

— Este quadro é apenas o início do processo. À medida que a água do rio for escasseando, cidade após cidade, do Amazonas e de vários estados vizinhos, enfrentará os mesmos problemas. Vamos lembrar que a quase totalidade da produção e do abastecimento da Amazônia se dá por via fluvial. Com a baixa do nível das águas, o transporte se reduz em muito. Em certas áreas, fica totalmente impossibilitado — alertou.

O senador também defendeu o urgente asfaltamento da BR-319, principal ligação terrestre entre o Amazonas e o resto do país.

— A BR-319 é para nós o ar que respiramos. Não é nossa liberdade total. Não é nossa redenção total. Mas é o começo de nossa liberdade. A BR-319 tem, sim, que ser asfaltada, quer queiram, quer não, os patifes, os hipócritas das ONGs; quer queiram, quer não, o Ibama, o ICMBio, o Isa ou a Funai. A BR-319 vai, sim, ser asfaltada. Esse tempo vai chegar e não demora muito — previu.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias