Chapecó | 15.12.2016 | 20h11 Geral

Torcedor do Fluminense que hostilizou colorado no metrô se desculpa: "Fui um babaca"

Bruno Vargas Costa falou ao portal Uol sobre o ocorrido.

O torcedor do Fluminense Bruno Vargas Costa, que aparece em um vídeo hostilizando um torcedor colorado no dia da última rodada do Brasileirão, conversou com o Uol sobre o fato e falou sobre as consequências do episódio em sua vida.

Bruno afirmou que se sentiu envergonhado após assistir o vídeo: "Fui um babaca, perdi a cabeça ali. Estou com vergonha de tudo mesmo, principalmente da minha família. Estou arrasado pela minha mãe. Ela está mal, não merecia isso do filho. Nenhum ser humano, aliás, merece o que eu fiz ali. Isso estragou minha vida".

O torcedor do Fluminense contou ao portal que optou por se mudar, após as ameaças recebidas: "Preferi me mudar. Não esperava essa repercussão toda. E só voltarei a trabalhar em 2017. Preferi sumir um pouco".

Ele ainda revela uma conversa com o torcedor colorado: "Procurei um profissional da imprensa do Sul e solicitei o telefone do Jacques. Liguei e perguntei se ele aceitaria conversar comigo. Foram 15 ou 20 minutos de papo, com ele sendo muito solícito sempre. Fiquei feliz que ele aceitou meu pedido de desculpas e reforçou que não queria nenhuma violência comigo. Também liguei para a outra pessoa que aparece no vídeo, o Daniel, igualmente receptivo".

O Fluminense já se manifestou publicamente condenando a atitude de Bruno Vargas Costa no último domingo. O clube já conversou com o torcedor colorado e entregou uma camisa de presente. O MP do Rio de Janeiro denunciou Bruno e outro torcedor que aparece no vídeo pelo ato.

Fonte: DIÁRIO GAÚCHO