Campos Novos | 02.08.2022 | 18h18 Polícia

Pai agride bebê que estava chorando em ambulância no Oeste

Um pai é suspeito de agredir o filho de 8 meses, pois ele não parava de chorar. O homem também teria ameaçado a esposa, ambos estavam em uma ambulância. O caso aconteceu na tarde de segunda-feira (1), por volta das 16h30, na BR-282, em Campos Novos.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) foi acionada pelo motorista do veículo da secretaria da saúde de Campos Novos quando retornava do Hospital Infantil de Florianópolis, com o casal e o bebê.

Conforme a polícia, o motorista e a mãe da criança contaram que o pai do bebê, que é separado da mulher, estava muito alterado, bravo, falando palavrões e ameaçando a mãe e o motorista. O motivo da situação seria o fato de que a criança não parava de chorar durante a viagem. A mãe contou ainda que o pai chegou a dar uns tapas na criança para que ela parasse de chorar.

De acordo com o relato da PRF, o pai pediu ao motorista que parasse o veículo. Quando a ambulância parou, o homem pegou a criança do colo da mãe de dentro do carro, saiu do automóvel e passou a andar à margem da rodovia.
O motorista da ambulância ligou para a PRF de Campos Novos e avisou que a mãe estava desesperada e que o pai tinha arrancado a criança dos braços dela.

O Conselho Tutelar foi acionado e o responsável pelo órgão informou que o pai da criança havia pegado uma carona na rodovia e estava com a criança no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) de Campos Novos. A equipe da PRF foi até o local com o Conselho Tutelar de Campos Novos.

O homem foi preso pela PRF e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Campos Novos. Além de agressão contra o bebê, o suspeito será investigado pelo crime de violência psicológica e ameaça contra mulher.
A Secretária de Saúde de Campos Novos foi procurada pela reportagem do ND+ e respondeu que deve se manifestar em breve sobre o caso. Porém, até às 09h50 desta manhã de terça-feira (2), a órgão não divulgou nenhuma informação.

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

SIGA O PORTAL ACONTECEU NO INSTAGRAM

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO TELEGRAM

Fonte: ND +