Chapecó | 30.08.2021 | 13h13 Esportes

Flamengo entra vencendo, mas temporada 2021 será de glória?

O time do Flamengo entrou nessa nova temporada 2021 como terminou a última: vencendo mais uma competição importante. No caso, em uma final da Super Copa muito polêmica, contra o forte time do Palmeiras, em que esta até ficou marcada pelas agressões entre jogadores no final do jogo. Porém, com um investimento no elenco abaixo do esperado, será que o Flamengo irá conseguir manter o domínio do futebol brasileiro por mais uma temporada?

Pelo menos até ao momento, e apesar de apenas uma única contratação ter sido ainda confirmada, a do zagueiro Bruno Viana, muitas casas de apostas autorizadas, como no caso a Esporte Bet, garantem que o time do Flamengo não é só favorito para conquistar a maioria das competições do futebol brasileiro, como também a Copa Libertadores. Mas será que tal ambição é realista, uma vez que, por exemplo, o Brasileirão é um dos Campeonatos mais imprevisíveis do mundo?

Flamengo vence campeão da Libertadores em final da Super Copa

Se as dúvidas, entre especialistas e torcedores, eram muitas sobre se o Flamengo conseguia se bater de frente contra o Palmeiras – atual vencedor da Copa Libertadores -, a verdade é que elas acabaram se esvaziando um pouco. Isso porque, em uma final muito bem disputada, o time de Rogério Ceni foi superior no momento das decisões, iniciando sua caminhada nessa nova temporada com o pé direito.

Porém, e com uma temporada que se espera ser recheada de muitos jogos e de desafios exigentes, a questão acerca da profundidade do elenco do Flamengo está sendo novamente levantada. Com praticamente nenhuma entrada para o elenco desse ano, será que manter os jogadores vencedores é uma estratégia suficiente para garantir mais conquistas nos próximos meses?

Essa questão também foi diretamente colocada ao atual técnico do time, Rogério Ceni, que não quis fugir dessa pergunta. De forma muito clara, e apesar de não negar a qualidade de seu elenco, o exgoleiro garante que, por exemplo, em casos de ausência de Everton Ribeiro e Arrascaeta, o time iria acabar por ter bastantes dificuldades em conseguir ter jogadores que criem jogo e oportunidades de gol. Será esse um sinal claro para os flamenguistas se preocuparem com o futuro do time?

Será que Flamengo irá conseguir manter seus principais craques?

Com um último ano que foi tudo menos normal, a verdade é que não se sabe ao certo se a diretoria do Flamengo está precisando vender algumas de suas principais peças para o sucesso do time nesses últimos dois anos de “sonho”. Com seu auge da carreira chegando, craques como Gerson ou Gabigol até podem já estar olhando para outros destinos interessantes em sua carreira. Outros casos são de Bruno Henrique, Everton ou Arrascaeta que já estão rondando a casa dos 30 anos e podem ter uma última chance de jogarem em um bom time na Europa.

Todas essas possibilidades devem estar entrando diariamente na cabeça da diretoria do Flamengo que, com certeza, deverá estar realizando esforços financeiros grandes para que possa manter, pelo menos por mais um ano, os principais jogadores que estão elevando o time do Flamengo para o próximo nível. Resta agora também perceber como esses principais jogadores vão encarar a ideia de estarem jogando mais um ano com um time do Flamengo que, nessas últimas duas temporadas, ganhou praticamente tudo.

Fonte: -