Chapecó | 24.06.2022 | 11h11 Polícia

Dois são presos em flagrante durante operação policial em Chapecó e Maravilha

A Divisão de Investigação Criminal (DIC), de Maravilha, investigou um grupo de pessoas ligadas ao tráfico de drogas e associação para o tráfico.

O caso teve início em março, quando dois investigados foram presos em flagrante na posse de drogas ilícitas em Maravilha. A partir de então, foi constatada a existência de um grupo formado por pelo menos seis pessoas associadas para a traficância de drogas ilícitas entre Maravilha e Chapecó.

Os criminosos foram investigados e foi possível definir suas diferentes funções no grupo criminoso, desde fornecedores, responsáveis pelo comércio a usuários até integrantes que apenas financiaram a aquisição de cocaína e maconha para obter lucro com a revenda.

Na manhã desta sexta-feira (24) foi dado cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão, três em Maravilha e dois em Chapecó. Em ambas as cidades foram apreendidas drogas ilícitas, apetrechos para o tráfico de drogas (balanças de precisão), arma de fogo e munições irregulares.

Até o momento, três pessoas foram conduzidas à delegacia, sendo dois adultos presos em flagrante (um em Maravilha, um em Chapecó) e uma adolescente de 14 anos, também envolvida com o grupo.

Aproximadamente 1 kg de maconha foi encontrado em Maravilha e outro em Chapecó. Munições calibre .38 SPL, 28 gauge e uma garrucha do mesmo calibre também foram encontradas.

Um indivíduo que estava armazenando drogas ilícitas em sua residência segue sendo procurado pela polícia.

O preso em Maravilha possui 26 anos e diversos registros policiais por tráfico de drogas, posse de arma de fogo, ameaça, furto e lesão corporal.

Por sua vez, o preso em Chapecó possui 19 anos e já foi flagrado perpetrando a traficância de drogas mais de 10 vezes, até então, todas como adolescente. Ambos serão encaminhados às respectivas unidades prisionais de Maravilha e Chapecó.

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

SIGA O PORTAL ACONTECEU NO INSTAGRAM

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO TELEGRAM

Fonte: Portal Aconteceu, com informações Polícia Civil