Campos Novos | 08.04.2022 | 08h08 Polícia

Briga entre adolescentes termina com um esfaqueado em escola de Campos Novos

Uma briga em frente a uma escola provocou correria e momentos de tensão em Campos Novos. A confusão terminou com dois adolescentes feridos, um deles com golpes de canivete, no fim da tarde de quarta-feira (6). A ocorrência foi atendida pela PM (Polícia Militar) na Escola de Educação Básica Coronel Gasparino Zorzi, no bairro São Sebastião.

Quando a Polícia Militar chegou ao local, os adolescentes já haviam fugido, mas conforme testemunhas, um deles havia sido atingido por golpes de canivete. O garoto, de 17 anos, foi encontrado ferido na rua e levado por populares ao hospital para atendimento médico. O estado de saúde dele é estável.

Logo em seguida, de acordo com a Polícia Militar, o suspeito de 15 anos também chegou ao hospital com ferimentos. Aos policiais, ele alegou que teria sofrido uma queda e batido a cabeça. No entanto, foi apreendido e levado à delegacia de Polícia Civil, por suspeita de tentativa de homicídio. Antes disso ele recebeu atendimento médico.

Briga por ex-namorada
O delegado Luis Eduardo Machado Cordova, que investiga a confusão, diz que a motivação da briga teria sido a ex-namorada do adolescente de 15 anos. “Eles [os adolescentes] tiveram uma discussão há aproximadamente 20 dias em um aplicativo de mensagens. A discussão teria ocorrido em razão da vítima estar se relacionando com a ex-namorada do suspeito”, explica Cordova.
Ainda conforme o delegado, a vítima teria ido na escola que o suspeito estuda, onde se encontraram, discutiram e também trocaram socos. Em meio a briga, o suspeito sacou um canivete e desferiu golpes contra a vítima, que fugiu de skate. Ainda não há informação se a tentativa de homicídio teria sido planejada.

Em fuga e ferido, o adolescente desmaiou na rua e foi ajudado por populares que o encaminharam para o hospital. Os golpes de faca teriam atingido o pescoço, braço e as costas dele, havendo até a perfuração de um dos pulmões.
“Aparentemente, o fato teria iniciado em frente ao colégio, na via pública. Eles teriam ingressado na escola somente durante a fuga e perseguição. Nesse ponto, apenas após o trabalho pericial e oitiva de todas as testemunhas é que se poderá definir o local exato em que tudo se desenrolou”, pontua o delegado.

Adolescente confessa o crime
A Polícia Militar informou à Polícia Civil que o suspeito teria confessado o crime e entregado a faca aos policiais dizendo que queria “degolar” a vítima. “Na delegacia, o adolescente confessou o ato, porém disse que teria “brincado” com os policiais ao mencionar que gostaria de degolar a vítima”, acrescenta o delegado, que vai ouvir novas testemunhas para esclarecer a dinâmica da briga.

A Polícia Científica fez a perícia no local e o IML (Instituto Médico Legal) realizou exame de corpo de delito no suspeito e na vítima. “Após a finalização dos laudos é que se poderá saber a extensão das lesões sofridas pela vítima”, disse.

A escola Gasparino Zorzi se manifestou ainda na noite desta quarta-feira (6) por meio de nota e informou que todas as providências cabíveis foram tomadas.

Veja a nota na íntegra:
“Boa noite famílias! Infelizmente na saída dos alunos no final da tarde houve uma briga entre dois meninos, um não era nosso aluno; Mesmo sendo fora da escola causou tumulto e preocupação para todos. Ambos já foram atendidos no hospital (estão fora de risco) e aos cuidados da Polícia Militar e Civil.
Todas as providências cabíveis já foram tomadas. Esclarecemos que foi um fato isolado e amanhã estaremos atendendo com a equipe Multiprofissional da 8ª Coordenadoria de Campos Novos nos auxiliando e tranquilizando todos da comunidade escolar para que tenhamos aula normal. Atenciosamente direção.”

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

SIGA O PORTAL ACONTECEU NO INSTAGRAM

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO TELEGRAM

Fonte: ND +