Xanxerê | 17.10.2019 | 12h50 Geral

Xanxerê: Família dá exemplo de amor ao buscar guarda de criança de descendência haitiana

Uma vida mais feliz. É assim que o xanxerense Álvaro Bossini resume seus dias após a chegada do Fritz Gerod Alexandre. O garoto, que hoje possui quatro anos, vai ser adotado pela família e quem o vê percebe que tudo é só sorrisos.

Álvaro explica que tudo começou por meio da igreja que frequenta, onde a mãe de Fritz o escolheu para apresentar o menino.

– Eu conheci o Fritz através da nossa igreja. Nós somos evangélicos e nossas igrejas só apresentam as crianças, elas só são batizadas depois do tempo que ela estiver consciente daquilo que ela quer fazer. Na época, não sei porque razão a mãe e o padrasto dele nos deram ele para apresentar na igreja, depois disso começamos a cuidar dele, conviver, ajudar e foi criado um vínculo – explica.

A mãe decidiu deixar Fritz aos cuidados da família de Álvaro devido as dificuldades financeiras.

– A situação financeira deles era difícil e criamos um vínculo com ele como se fosse um filho. Hoje, eu tenho a guarda dele e estou pleiteando a adoção. Ele já convive e é nosso filho mais novo – comenta.

A dificuldade enfrentada pelos novos pais foi a adaptação com a rotina, mas Álvaro destaca que tudo foi muito tranquilo.

– Não tivemos nenhuma dificuldade, a única foi que, como já somos mais de idade, e essa piazada de hoje são uns foguetes, eles correm e temos que acompanhar eles. Precisamos andar junto com os filhos e graças a Deus estamos conseguindo – relata.

O sentimento, de acordo com o xanxerense, é de muita alegria e gratidão.

– Ele sempre falou português, porque conviveu sempre conosco. A mãe dele falou que o pai dele havia falecido e pela dificuldade dela, ela resolveu dar ele para nós. É uma coisa maravilhosa, não tem explicação. Muito esperto, é meu filho – conclui emocionado.

Fonte: Lance Notícias