Balneário Camboriú | 12.04.2019 | 09h30 Geral

Veterinários descartam hipótese de cão ter sido estuprado em Balneário Camboriú

A suspeita de que um yorkshire de 14 anos teria sido estuprado por ladrões foi descartada por veterinários que socorreram o cãozinho após ele ter sido resgatado. O animal, que era idoso e doente, foi furtado em Balneário Camboriú e abandonado em Tijucas. Ele não resistiu ao período sem remédios e morreu na semana passada.

A protetora de animais Anete Bittencourt socorreu o animal e levantou a hipótese de estupro. A avó da tutora do Frederico, Fernanda Serrão, conta que realmente existia a suspeita de possível abuso sexual contra o animal. “Mas que conversando com todos os profissionais que atenderam ele e com a moça que dava os banhos nele desde bebê, foi descartado essa hipótese”, ressaltou.

A suspeita surgiu porque o ânus de Frederico estava relaxado e um pouco inchado. Mas os veterinários contaram que isso teria ocorrido devido à medicação que o cachorro tomava para dilatação da traqueia, o que também poderia deixar o ânus mais avermelhado e da forma que foi visto. “Eu acredito que eles não chegaram a tal ponto [de abusar do animal]”, disse Fernanda.

O cachorro foi furtado no final de março, junto com outros pertences da casa da vó de Fernanda. Ele morreu na semana passada porque os rins pararam de funcionar.

Foto: Arquivo Pessoal/OCP News

Fonte: OCP NEWS