Chapecó | 09.07.2019 | 15h20 Geral

Tubarões e arraias também são vítimas do plástico nos oceanos

Os resíduos plásticos jogados nos oceanos prejudicam diversas espécies de animais que morrem ao se alimentar do resíduo encontrado ou ao ficar presa no lixo. Os tubarões e as arraias são animais menos citados como vítimas desse tipo de poluição, mas um estudo recente revela as consequências na vida dessas espécies.

A pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Exeter, no Reino Unido, e publicada na revista científica Endangered Species Research encontrou centenas de relatos de tubarões e arraias se enroscados em lixo plástico dos oceanos.

Os dados foram coletados em trabalhos científicos já publicados e em também em postagens no Twitter que relatam esses animais enroscados em linhas de pesca, cabos e restos de redes jogados na água.

O estudo diz a "ameaça muito menor" para tubarões e arraias, porém o sofrimento causado é uma preocupação que deve ser levada em consideração.

"Um exemplo no estudo é um tubarão mako com uma corda de pesca enrolada ao redor dele", disse Kristian Parton, do Centro de Ecologia e Conservação do Exeter's Penryn Campus, em Cornwall.

Segundo Parton, o animal continuou crescendo depois de uma corda ficar presa ao corpo e ao longo do tempo o material plástico fico coberto de cracas que rasgaram a pele e danificado a espinha.

Além de restos de materiais de pesca, os tubarões e arrais ficam presos em bandas de amarração usadas em embalagens, sacos de polietileno e pneus de borracha.

Os animais que vivem em mar aberto são mais os propensos a ficar enroscados, assim como aqueles que vivem no fundo do mar, onde materiais como redes carregadas de peixes mortos afundam e atraem predadores, que por sua vez ficam presos.

A revisão de artigos acadêmicos encontrou relatos de 557 tubarões e raias enredadas em plástico, abrangendo 34 espécies nos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico. Quase 60% desses animais eram de pequeno porte, como cações.

No Twitter, os pesquisadores encontraram 74 relatos de envolvimento envolvendo 559 tubarões e raias individuais de 26 espécies, incluindo tubarões-baleia, grandes brancos, tubarões-tigre e tubarões-frade.

Fonte: PORTAL R7