Criciúma | 01.04.2020 | 17h45 Polícia

Suspeito de matar PM em SC é morto em confronto com a polícia

O suspeito de ter matado um policial militar em Criciúma, foi morto em confronto com a PM na tarde desta quarta-feira (1º), informou o sub-comandante da Guarnição Especial de Içara, major Sartor. O homem morreu no local após troca de tiros, no limite dos municípios de Jaguaruna e Balneário Rincão.

De acordo com Sartor, o Patrulhamento Tático de Içara recebeu uma denúncia de que havia um homem suspeito nas ruas na tarde desta quarta. Por volta das 15h, os policiais foram verificar a situação. "Foi feita a aproximação e o agente atirou contra a guarnição, que revidou, levando o autor a óbito", disse o sub-comandante. O homem tinha 29 anos.

O policial que morreu baleado em Criciúma é o cabo João Batista Figueira Ribeiro, de 42 anos. Ele estava internado desde a tarde de terça (31), quando foi atingido por um tiro na cabeça durante o cumprimento de um mandado de prisão. Ele morreu na madrugada desta quarta.

O velório do policial começou às 13h30 desta quarta, conforme o Batalhão de Criciúma. A cerimônia ocorre em um crematório de Içara. Por volta das 16h45, o corpo foi retirado do local e foi levado para o Cemitério Municipal do bairro Brasília, em Criciúma, onde será o enterro. A PM de Criciúma pediu que não houvesse aglomeração de pessoas para evitar a transmissão do novo coronavírus.

Morte de Ribeiro
De acordo com a Polícia Militar, Ribeiro e outros dois policiais faziam ronda quando, por volta das 15h30 de terça, receberam a denúncia de que um homem procurado pela Justiça estaria em uma casa no bairro Renascer.

Ele e outro cabo de 27 anos foram atingidos quando foram em busca do suspeito, segundo a PM. O terceiro policial envolvido na ação ficou fora do imóvel e não foi atingido. O autor dos disparos fugiu do local. O sub-comandante informou que esse outro policial ferido continuava internado no hospital até 16h30 desta quarta, em observação.

Ribeiro foi atingido com um tiro na cabeça, encaminhado em estado grave ao Hospital São José e morreu às 2h55. Outro policial que foi baleado foi atingido na coluna vertical e também encaminhado ao hospital.

João Batista Figueira Ribeiro ingressou na corporação em 2003 e fazia parte da Guarnição Reforçada do 9° Batalhão da Polícia Militar de Criciúma. Ele era casado e tinha dois filhos.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

CLIQUE AQUI E SIGA O PORTAL ACONTECEU NO INSTAGRAM

Fonte: G1 Santa Catarina