Chapecó | 11.01.2018 | 19h22 Geral

Socorristas buscam oito desaparecidos em deslizamento na Califórnia

Dezessete pessoas morreram e casas ficaram destruídas, enquanto famílias são resgatadas.
SANTA BARBARA — Equipes de resgate correm contra o tempo para encontrar oito pessoas que permanecem desaparecidas após deslizamentos de terra na região de Montecito, na Califórnia. O desabamento matou 17 pessoas e destruiu diversas casas. Mais cedo, autoridades haviam divulgado um balanço errado de 48 desaparecidos, que pouco depois foi corrigido pelo governo local e revisado para oito pessoas ainda sendo procuradas.

Socorristas de todo o estado foram enviados para as operações de busca, que contavam ainda com a juda de cães farejadores. As equipes tiveram que abrir caminho dentre os destroços do que, até pouco tempo atrás, eram as casas dos moradores da região. Enquanto isso, muitos civis estão angustiados à espera de notícias dos seus familiares.

— É uma angústia esperar e esperar, sem sabem o que vamos encontrar. Temos que encontrá-los — disse Kelly Weimer, que estava procurando os seus pais idosos, Jim e Alice Mitchell.

Os pais de Kelly desobedeceram a ordem de retirada das autoridades e ficaram em casa para celebrar o aniversário de 89 anos do marido. Há quem tenha sido resgatado após mais de um dia preso dentro de casa, depois de não ter se refugiado em abrigos fora da área de perigo.

"Estamos trabalhando para identificar as pessoas que ainda podem estar presas e isoladas em áreas que não conseguimos acessar completamente", disse o xerife de Santa Bárbara, Bill Brown, ao canal CBS.

Um vídeo divulgado pelo setor de San Diego da Guarda Costeira americana mostra o resgate de uma família cuja residência havia sido tomada pelo deslizamento. Com apenas as roupas do corpo, cinco parentes e seus dois cachorros precisaram ser salvos, com a ajuda de um helicóptero, pelo telhado da casa. A mãe e um bebê foram os primeiros a serem içados até a aeronave. A mulher envolveu o recém-nascido nos braços. Depois, foi a vez da filha de 3 anos. Em seguida, do filho, de 7. Por fim, os agentes levaram em segurança o pai e os animais de estimação do clã.

Segundo o órgão de resgate, a família foi levada a uma área protegida do desastre, na quarta-feira, no condado de Santa Bárbara. Pelas imagens, é possível inferir que nenhum dos membros ficou ferido. Os deslizamentos devastaram um território já afetado pelo incêndio Thomas no mês passado. Alguns moradores ignoraram as ordens de esvaziamento das áreas de risco.

Fonte: G1