Chapecó | 13.12.2016 | 19h55 Agronegócio

Sequestrador se entrega após fazer 10 pessoas reféns em Porto Alegre

BM montou cerco no entorno de construtora situada na Av. Assis Brasil.

A Brigada Militar atendeu na manhã desta terça-feira (13) a uma ocorrência de cárcere privado na Avenida Assis Brasil, na zona norte de Porto Alegre. Um homem armado com um faca invadiu o prédio da Construtora Ribas, no número 5.093, por volta das 8h30. Houve grande movimentação policial e o Grupamento de Ações Táticas Especiais (Gate) negociou com o sequestrador, que se entregou pouco antes das 11h.

Segundo a polícia, dez trabalhadores do local chegaram a ficar em cárcere privado, sob as ameaças do homem. O sub-comandante do 20º Batalhão de Polícia Militar, major Dagoberto Albuquerque da Rosa, afirmou que o sequestrador é filho do proprietário da empresa.

"Ele queria que o pai dele voltasse a repassar valores para ele", afirmou o oficial.

O coordenador da negociação, tenente-coronel Rogério Stumpf, comandante do 1º Boe, afirmou que duas bombas de efeito moral foram disparadas para acalmar o sequestador, que estava na central de câmeras da empresa e monitorava a ação da polícia.

"Na negociação vamos tentando acalmar todos, ver qual intuito do perpetuador, para tanto nós quanto eles possamos sair com segurança", disse.

Duas faixas da Assis Brasil foram bloqueadas para o atendimento da ocorrência no sentido Centro-Bairro.O trânsito já está liberado no local.

A polícia montou um cerco no local. Ninguém ficou ferido na ação. Andrew Hagger Ribas, 22 anos, foi preso em flagrante.

Fonte: RÁDIO GAÚCHA