Chapecó | 12.11.2018 | 15h00 Esportes

Santos e Chapecoense, um duelo abençoado por Cléber Santana

Sempre que Santos e Chapecoense se enfrentarem, será dia de lembrar de um jogador inesquecível de nosso futebol. Cléber Santana, vítima do trágico acidente aéreo com a Chape em 2016, teve sua história ligada com as duas camisas, que se encontram nesta segunda-feira. No Pacaembu, as duas equipes medem forças às 20h (de Brasília), em São Paulo.

Revelado pelo Sport Recife, Cléber Santana ganhou muita projeção nacional com o Santos, em 2006. Logo em seu primeiro ano, viveu um momento marcante para todos os torcedores do Peixe. Foi dele o gol da vitória sobre a Portuguesa no Campeonato Paulista daquele ano, encerrando um jejum de 21 anos sem um título estadual.

Na temporada seguinte, foi artilheiro no bicampeonato paulista do Santos e um dos principais jogadores nas boas campanhas do clube no Brasileirão e na Libertadores da América. O Peixe acabou o ano como vice-campeão brasileiro e foi eliminado na semifinal do torneio continental.

Depois de defender a camisa do Atlético de Madrid e do Mallorca na Europa, voltou ao Brasil para defender o São Paulo. Após passagens por Atlético-PR, Avaí e Flamengo, Cléber Santana foi contratado pela Chapecoense, onde se eternizaria. O meia foi fundamental na conquista da Copa Sul-Americana de 2016.

Santos e Chapecoense hoje vivem momentos distintos no Brasileirão. O Peixe busca a classificação para a Libertadores, enquanto a Chape luta para não cair para a Série B. Mas, independente do cenário da partida, seja em São Paulo, na Baixada ou em Chapecó, o futebol brasileiro sempre carregará a lembrança de Cléber Santana.

Fonte: CBF