Florianópolis | 21.12.2018 | 08h16 Política

Santa Catarina terá modelo inovador na gestão da Segurança Pública

Nesta quinta-feira, 20, o governador eleito Moisés se reuniu com os representantes de cada um dos órgãos de Segurança Pública, em Florianópolis. Além da conversa pontual sobre a situação do Estado com cada instituição, o governador apontou os nomes para a atuação na nova estrutura.

A reunião teve a participação do Comandante-Geral da Polícia Militar (PMSC), Coronel PM Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior e do Subcomandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC), Coronel BM Vanderlei Vanderlino Vidal, representando o Comandante-Geral, o Coronel BM João Valério Borges. Também estavam presentes o Diretor-Geral do Instituto Geral de Perícias, Giovani Eduardo Adriano, e futuro Delegado-Geral da Polícia Civil (PCSC), delegado Paulo Norberto Koerich.

Colegiado Superior de Segurança Pública

Com a reforma administrativa, a atual Secretaria de Estado da Segurança Pública será gerida pelo Colegiado Superior de Segurança Pública. Os comandantes de cada uma das instituições vão fazer um revezamento na presidência. O Colegiado será constituído pela PMSC, CBMSC, PCSC e o IGP/SC. Para que os trabalhos administrativos sigam sem alterações, entre a transição de um presidente e outro, existirá um Diretor-Geral, nomeado também pelo governador eleito.

O modelo é inovador no Brasil e terá um regimento próprio, garantindo maior integração entre as forças de segurança, trazendo mais resultados e aproveitamento dos recursos para aprimorar os serviços de atendimento ao cidadão.

Critério para o rodízio da presidência

A cada ano um dos comandantes deverá assumir a presidência do Colegiado. O sistema de rodízio será feito de acordo com a quantidade de servidores efetivos de cada órgão. O primeiro presidente será o Comandante-Geral da Polícia Militar, seguido pelo Delegado-Geral da Polícia Civil, depois o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar e, então, o Diretor-Geral do Instituto Geral de Perícias.

Nomes anunciados

Após a reunião, Moisés e a vice-governadora eleita Daniela Reinehr anunciaram os nomes que irão compor o futuro Colegiado Superior de Segurança Pública. O Comando-Geral da Polícia Militar de Santa Catarina segue com o Coronel PM Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior. Já no Corpo de Bombeiros, o Comando-Geral se mantém com o Coronel BM João Valério Borges, até fevereiro de 2019, quando o futuro Comandante-Geral deve ser anunciado.

O Delegado-Geral da Polícia Civil, como previamente anunciado, será Paulo Norberto Koerich, e o IGP segue sob a direção de Giovani Eduardo Adriano. A Diretoria-Geral do Conselho de Segurança Pública ficará com o Coronel BM RR Flávio Rogério Pereira Graff.

Foto: Susi Padilha

Fonte: SC.GOV.