Chapecó | 12.08.2019 | 12h41 Geral

Saiba quais profissões que vão precisar de 700 mil pessoas qualificadas até 2023

Só na área de informática, o Brasil precisará qualificar 368 mil profissionais de nível superior até 2023, segundo o Mapa do Trabalho Industrial, divulgado nesta segunda-feira (12) pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

De acordo com o estudo, as profissões ligadas a tecnologia estão entre as que mais vão crescer em demanda de qualificação, mas, ao todo, o SENAI prevê que o Brasil vai precisar capacitar 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação profissional e aperfeiçoamento até 2023. De nível superior, a demanda

As carreiras citadas pelo levantamento têm em sua formação conhecimentos de base industrial e por isso são oferecidas pelo SENAI, mas esses profissionais podem trabalhar em outros setores da economia.

De nível superior, a área de gestão também deve demandar centenas de milhares de profissionais qualificados segundo o SENAI:

Áreas com maior demanda por formação de nível superior

Informática
368.057

Gestão
254.811

Construção
80.992

Metalmecânica
56.437

Produção
40.283

Em relação às profissões de nível superior com mais demanda, analistas de tecnologia da informação respondem, de longe, pela maior necessidade de qualificação. O Brasil vai precisar de mais de 305 mil pessoas qualificadas nos próximos quatro anos.

Os engenheiros civis e afins aparecem em segundo lugar, com a necessidade de mais 57 mil profissionais qualificados até 2013. Engenheiros de produção, qualidade e segurança também estão entre os mais demandados:

Analistas de tecnologia da informação
305.172

Engenheiros civis e afins
57.399

Gerentes de produção e operações em empresa da indústria extrativa, de transformação e de serviços de utilidade pública
54.940

Engenheiros de produção, qualidade, segurança e afins
40.283

Gerentes de tecnologia da informação
29.912

Engenheiros eletricistas, eletrônicos e afins
29.237

Engenheiros mecânicos e afins
28.963

Artistas visuais, desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais
25.141

Administradores de tecnologia da informação
23.905

Gerentes de manutenção e afins
18.182

Gerentes de suprimentos e afins
17.865

Gerentes de pesquisa e desenvolvimento e afins
15.021

Arquitetos e urbanistas
14.252

Pesquisadores de engenharia e tecnologia
13.968

Engenheiros químicos e afins
10.116

Gerentes de operações de serviços em empresa de transporte, de comunicação e de logística (armazenagem e distribuição)
9.440

Engenheiros em computação
8.061

Químicos
7.870

Fonte: EXAME