Chapecó | 14.02.2018 | 10h41 Geral

Rede estadual retorna às aulas nesta quinta

Nesta quinta-feira (15) mais de 500 mil estudantes da rede estadual retornam às salas de aulas. Para isso, o governo estadual preparou diversas ações e programas que serão executados durante o ano com foco no desenvolvimento dos estudantes. A volta às aulas ocorre em meio à troca do comando do governo estadual, porém, o atual secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, está confirmado na pasta, segundo garante o atual vice-governador Eduardo Pinho Moreira, que deverá assumir o comando do governo na próxima sexta-feira (16).

Deschamps destacou a permanência da sua equipe e a consolidação dos programas em execução pela Secretaria como forma de manter o trabalho que vem dando certo. “De maneira geral nossas escolas estão prontas para receber os mais de 500 mil alunos na próxima semana. Trabalhamos para isso desde novembro com o planejamento necessário para que estivesse tudo certo. Temos problemas pontuais, mas nada que possa prejudicar a aprendizagem dos alunos, pois se não tiverem aula em um dia, esta certamente será a resposta”, explica Deschamps.

Na área Pedagógica, o destaque fica para a continuidade do Ensino Médio Integral em Tempo Integral ofertado este ano em 30 escolas, sendo 13 com oferta para a 1ª e 2ª séries, e 17, que iniciam o programa este ano, ofertarão apenas a 1ª série. A novidade desta área é o primeiro Ciclo de Avaliação do Ensino Médio da Rede Estadual, que irá avaliar 11.600 estudantes matriculados na primeira série do Ensino Médio, em 126 escolas estaduais. O objetivo é monitorar os programas em desenvolvimento e resultados para o planejamento de políticas e ações estratégicas voltadas à melhoria da qualidade do ensino. A 1ª etapa está prevista para março, com a avaliação.

A Secretaria aderiu este mês o Programa Mais Alfabetização, que visa fortalecer e apoiar as escolas no processo de alfabetização dos estudantes matriculados nos 1º e 2º anos iniciais do ensino fundamental. “Aderimos ao programa e agora as escolas estão fazendo a sua adesão, caso queiram. A partir daí serão contratados os profissionais para atuarem nas escolas”, explica Deschamps.

No dia 1º de fevereiro, 1 mil professores e profissionais para a área administrativa das escolas foram efetivados no quadro do magistério estadual catarinense. Foram 600 professores do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) e do Ensino Médio e 400 profissionais para a área administrativa. Os profissionais já iniciaram o trabalho nas escolas e participaram das formações ao longo desta semana. Esta foi a primeira chamada do concurso público que é válido por 2 anos, prorrogável por mais 2. Desta forma, novos profissionais da educação devem ser chamados para ingressar no magistério estadual nos próximos anos.

Fonte: JORNALMETAS