Chapecó | 23.04.2019 | 12h04 Trânsito

Radares seguem desligados em SC e instalação de novos equipamentos está indefinida

A fiscalização de velocidade com radares nas rodovias federais segue inativa em Santa Catarina e não há confirmação se os novos equipamentos serão instalados. O Dnit confirmou ainda no início do ano que os equipamentos responsáveis por fiscalizar e multar veículos em excesso de velocidade estão desligados.

Conforme o supervisor regional do Dnit, Diego Fernando da Silva, a assinatura de um novo contrato para a manutenção das lombadas eletrônicas ainda está indefinida. O Dnit aguarda uma manifestação oficial por parte do governo federal sobre a manutenção de lombadas eletrônicas em todo país.

Mesmo com esta indefinição, estão em andamento os estudos técnicos para a instalação de novos radares no Estado. No início do ano o Dnit já havia confirmado que dava andamento a um processo licitatório para contratação de novas empresas que seriam responsáveis pela instalação e manutenção das lombadas eletrônicas.

“Não tem uma definição ainda quanto à manutenção ou não dos controladores de velocidade, mas a gente tem adotado algumas outras medidas quanto aos estudos previstos nesse novo programa nacional de controle de velocidade. A instalação desses dispositivos precisa de estudos técnicos, então estamos dando prosseguimento, numa eventual autorização para instalação já estaremos com esses estudos prontos”, afirma Da Silva.

DESLIGADOS EM JANEIRO

Somente em Santa Catarina aproximadamente 500 radares não estão funcionando. O desligamento é devido ao fim do contrato com empresas responsáveis pela manutenção dos equipamentos.

Esses contratos encerraram em janeiro deste ano e o Dnit optou por não fazer prorrogações emergenciais por já ter outro edital prevendo a contratação de novas empresas responsáveis pela instalação e manutenção dos controladores de velocidade. Os equipamentos atualmente instalados nas rodovias serão retirados.

Foto: Carine Arenhardt/WH Comunicações

Fonte: WH Comunicações