Chapecó | 11.12.2019 | 07h14 Polícia

Quatro se tornam réus por tentativa de homicídio milionária em Chapecó

A 1ª Vara Criminal da comarca de Chapecó aceitou denúncia contra duas mulheres e dois homens indiciados por tentativa de homicídio qualificado. O crime aconteceu em 3 de junho deste ano, no centro de Chapecó.

De acordo com a denúncia, a mandante do crime procurou uma cartomante em busca de reconciliação com o ex-marido, que se encontrava em novo relacionamento. Como o feitiço - que custou cerca de R$ 300 mil - não deu certo, a cartomante propôs o homicídio da atual companheira do homem. Um atirador foi contratado para executar o crime e recebeu a orientação para simular um latrocínio.

Três disparos atingiram a cabeça da vítima, que foi socorrida a tempo de se recuperar. A cartomante, então, exigiu mais dinheiro da mandante, a fim de sair da cidade com o marido, que ainda se encontra foragido. Sob ameaça de morte contra ela e o neto, a mulher entregou cheques no total de R$ 800 mil.

A cartomante, que está presa, responde ainda por extorsão pelo fato de exigir dinheiro para garantir a própria fuga. A mandante obteve habeas corpus e por isso responderá em liberdade. Um dos homens, marido da cartomante, está foragido.

O atirador, de nacionalidade paraguaia, foi preso no mesmo dia do crime e também indiciado por falsa identidade, uso de documento falso e por porte ilegal de arma de fogo com numeração raspada.

Fonte: Portal Aconteceu, com informações Polícia Civil

D7f7aef8 0c5a 4ca9 b690 ba2d0f5f7e15