Chapecó | 18.06.2019 | 12h41 Saúde

Quatro casos de morte a mais por gripe são confirmados em uma semana em SC

Santa Catarina tem ao menos 17 mortes e 129 casos confirmados de Influenza até esta segunda-feira (17). São quatro óbitos e 23 casos a mais que a semana anterior.

Nesta segunda, foi divulgado o relatório da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC), que contabiliza 16 mortes até a última sexta-feira (14). No sábado (15), uma mulher de 59 anos morreu de A H1N1 em Jaraguá do Sul, confirmou a prefeitura do município. O caso será contabilizado no próximo boletim, conforme a Dive-SC.

Das 16 mortes do boletim, são 14 pelo subtipo A H1N1 e 2 por A H3N2. Os três casos confirmados neste boletim são de pacientes que não resistiram à Influenza A (H1N1).

As confirmações do boletim foram de um homem de 83 anos, morador de Florianópolis, que morreu em 11 de junho; outro homem de 50 anos, morador de São Bento do Sul, que faleceu em 12 de junho, e um paciente de 82 anos, de Tubarão, que morreu em 31 de maio, mas houve uma demora para a notificação, segundo a Dive-SC.

Cidades

Joinville é a cidade do estado com maior número de mortes, três casos. Blumenau, Chapecó e Tubarão e Jaraguá do Sul (contabilizando o caso de sábado) têm dois cada. Já Balneário Camboriú, Brusque, Canoinhas, Florianópolis, São Bento do Sul e São Francisco do Sul têm um óbito cada.

O município com maior número de casos de influenza no estado é Chapecó, com 21. Na sequência, Blumenau com 14 casos, Joinville com 13 e Florianópolis com 12.

Dos casos confirmados de influenza, são 108 pelo vírus A H1N1, 18 pelo vírus A H3N2, 2 aguardando subtipagem e 1 pelo vírus Influenza B.

Vacinação

A vacinação contra gripe teve cobertura de 86,72% do público-alvo até esta segunda-feira, conforme a Dive-SC. A vacina está disponível para toda a população, de acordo com a disponibilidade de estoque de cada município, nos postos de saúde.

Fonte: G1 Santa Catarina