Chapecó | 26.10.2018 | 06h56 Economia

Produtores de hortaliças do Oeste de SC têm prejuízos por causa do mau tempo

No Oeste de Santa Catarina, faz semanas que o tempo oscila entre nublado e chuva. E isso tem refletido na produção de hortifrúti. As verduras já começam a apodrecer, antes mesmo da colheita, provocando prejuízos aos produtores.

Na propriedade de Jucimar Scussel, por exemplo, a salsinha já está sendo colhida, mas vai tudo para o lixo. "O calor com excesso de umidade prejudica bastante. Ataque de pragas, ataque de doença na planta, então fica adverso ao que a cultura precisa", disse o produtor.

Tem propriedade com alface apodrecendo ainda no canteiro e com mais de 30% de todas as verduras plantadas já perdidas.

Na região, já faz pelo menos duas semanas que o sol não aparece. Com isso, mais de 30 mil mudas de verduras deixaram de ser plantadas. E se há atraso no plantio, há também na colheita.

"Esse reflexo eu acredito que possa se estender até o final do ano devido à dificuldade que se tem no plantio. Então acaba atrasando o plantio, acaba não fazendo os tratamentos corretos para as culturas e você acaba não colhendo a quantidade prevista", falou Scussel.

O mercado começa a perceber os reflexos disso. O brócolis já está chegando com alguns problemas, algo que nos próximos dias deve se acontecer em outros produtos.

"Se caso esse produto começa a vir estragado, começam os outros produtos. A gente tem os outros produtos, o alface, couve, também pode ter alteração junto com esses produtos por causa da chuva", disse José Adir Campos, supervisor de hortifrúti.

Foto: Reprodução/NSC TV/Divulgação

Fonte: G1 Santa Catarina