Chapecó | 15.03.2019 | 11h08 Política

Prefeito de Chapecó, Buligon está com um pé no DEM

— Não está decidido ainda, mas estou sensibilizado. Estou com um pé lá, talvez os dois.

É assim que o prefeito chapecoense Luciano Buligon confirma que está mesmo muito próximo de aceitar o convite para filiação ao DEM. Embora ressalte que ainda precisa conversar com lideranças locais e aliados antes de bater o martelo, o prefeito está mais do que satisfeito com o tratamento dos caciques nacionais do partido na visita que fez esta semana a Brasília.

Primeiro, ele foi convidado a almoçar na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), onde foi enfaticamente convidado a entrar no time demista. Quase em seguida, no diretório nacional do partido, o presidente ACM Neto, prefeito de Salvador, também reforçou o convite. Buligon está sem partido desde setembro do ano passado, quando foi expulso do PSB ao anunciar ainda em primeiro turno apoio a Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pela presidência da República.

Desde então, Buligon recebe convites e sondagens de diversos partidos. O prefeito chapecoense é considerado um dos principais nomes de renovação política em Santa Catarina. Se for confirmada sua filiação ao DEM, o partido ganha uma estrela ascendente e indica um caminho para sua reconstrução no Estado. O partido implodiu em maio de 2011, quando o então governador Raimundo Colombo liderou a diáspora das principais lideranças do partido para o PSD de Gilberto Kassab. O DEM catarinense nunca se recuperou do baque. Ano passado, o ex-deputado federal João Paulo Kleinübing assumiu o leme do partido, mas a legenda passou em branco nas eleições estaduais.

Foto: Assessoria do DEM-SC / Divulgação

Fonte: NSC total