Chapecó | 10.01.2018 | 13h58 Bombeiros

PR - Bombeiro pula em poço de 13 metros para salvar filho

Filho tem quatro anos

O bombeiro Geovani de Assis pulou em um poço de treze metros de profundidade e nível da água de quatro metros para salvar o filho de quatro anos, que caiu no local, em uma chácara na cidade de Mandirituba, região metropolitana de Curitiba/PR.

Um dia de festa e descanso, acabou sendo o resgate mais difícil para o soldado. Talvez não pela dificuldade, mas sim, por ser o salvamento do filho dele.

Geovani estava na casa, enquanto seu filho brincava aos cuidados do cunhado do soldado, que estava assando carne na parte externa da residência. O menino, de quatro anos, estava brincando próximo ao poço e foi alertado pelo tio para brincar mais perto dele.

Foi quando o tio percebeu que a criança havia sumido e gritou pelo bombeiro. O soldado, com o instinto paterno, pulou no poço para salvar a vida do filho. Ao cair na água, o bombeiro conseguiu encontrar a criança e ambos ficaram flutuando até jogarem uma corda para eles.

Com a corda, o soldado amarrou o filho e os parentes puxaram o menino. Depois, Giovani usou o mesmo objeto para sair do poço. O menino fez dois pontos na cabeça, por causa de um pequeno corte.

Fonte: ROBERTO LORENZON