Chapecó | 12.08.2017 | 13h18 Geral

Portos de Itajaí, Laguna e Imbituba são fechados por causa das altas ondas

Abertura só ocorrerá quando as condições do tempo melhorarem. Em Itajaí, um navio tinha previsão para sair nesta sexta (11) e outro para entrar.

O Porto de Itajaí e o Molhe da Atalaia, também em Itajaí, foram fechados nesta sexta-feira (11) por causa das ondas altas e forte vento, informou o terminal. Nos dois casos, não há previsão de abertura, que só ocorrerá quando as condições do tempo melhorarem.

No caso do molhe, o acesso foi fechado às 11h desta sexta, segundo a Defesa Civil de Itajaí. O porto informou que as ondas já batiam na área de contenção do local, principalmente na ponta, e a interdição ocorreu para a segurança da população.

Por volta das 8h40 desta sexta, a barra de acesso ao porto foi fechada. O terminal informou que um navio tinha previsão para sair nesta sexta e outro, para entrar. Há também uma outra embarcação que está atracada no porto, mas sem previsão de sair nesta sexta.

Portos de Imbituba e Laguna também fechados
O porto de Imbituba também foi fechado nesta sexta (11) por causa do mar agitado, informou a RBS TV. Todas as operações foram suspensas. Dois navios que estavam atracados foram levados para uma área de segurança, onde o mar é mais calmo. Outros duas embarcações que deveriam atracar na próxima semana também continuam nessa área. O porto pode permanecer fechado durante o fim de semana.

O porto de Laguna também foi fechado, sem previsão de reabertura.
Ondas gigantes

Até domingo (13) segue o alerta para o mar no Litoral de Santa Catarina. Há previsão de ondas gigantes, na casa de 3 a 4 metros. A navegação de embarcações de pequeno e médio porte não é aconselhada.

“A intensidade dessa ressaca não chega ser fora da intensidade de outras, mas o que mais chama atenção é a quantidade de dias com ondas muito grandes. O fato de ter dois sistemas meteorológicos atuando no mar, o ciclone e a alta pressão, ajuda a explicar essa maior quantidade de dias visto que esses sistemas avançam muito lentamente sobre o mar”, explica o meteorologista Leandro Puchalski.

A navegação de pequenas e médias embarcações não é aconselhada nestes dias.
Por causa da ressaca, é preciso ter “atenção para edificações, infraestruturas, vias e áreas vulneráveis à erosão, inundações costeiras e proteger embarcações e apetrechos de pesca”, informou a Defesa Civil.

Fonte: DIÁRIOALTOVALE