Chapecó | 28.06.2019 | 09h20 Polícia

Suspeitos são presos em operação em aldeia indígena em Chapecó

Dois indígenas foram presos na manhã desta sexta-feira (28) durante uma operação na aldeia indígena Toldo Chimbangue, em Chapecó, no Oeste catarinense. Um deles foi flagrado com cerca de 20 buchas de cocaína, balança de precisão e anotações para o tráfico de drogas, informou o delegado Rodrigo Moura, da Diretoria de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil.

O outro preso tinha mandado em aberto em função de uma condenação por tráfico de drogas e estelionato. Na aldeia foram cumpridos ainda dez mandados de busca e apreensão em casas e estabelecimentos.

A operação recebeu o nome de "Roots", termo em inglês que significa raiz.

O caso começou a ser investigado depois que a Polícia Civil recebeu denúncias anônimas sobre crimes que estariam sendo cometidos por pessoas de dentro e de fora da aldeia. Conforme o delegado, pelo menos cinco pessoas são investigadas e o tráfico estaria sendo praticado dentro da aldeia por índios e não índios.

O indígena preso em flagrante foi autuado e levado para o presídio. O outro, que estava foragido havia quase dois anos, foi levado para uma penitenciária para cumprir pena.

A operação começou por volta das 6h e contou com mais de 50 policiais civis de Chapecó, Coronel Freitas, São Carlos, Palmitos, Modelo e São Lourenço do Oeste, e apoio da aeronave do SAER e de vários cães farejadores (K9) da Polícia Civil.

Fonte: G1 Santa Catarina