Chapecó | 02.03.2017 | 15h58 Polícia

Paciente é executado a tiros dentro de hospital em Novo Hamburgo

Homem estava internado desde segunda-feira, depois de ter sobrevivido a um tiroteio.

Um homem identificado como Wellington Jean Brito Bandeira, 20 anos, foi executado a tiros dentro do Hospital Municipal de Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, por volta das 8h30min desta quinta-feira.

Segundo a Brigada Militar, dois criminosos entraram despercebidos na instituição e mataram a vítima em um dos quartos de internação do hospital. Os PMs afirmam que foram disparados diversos tiros de pistola .380. Houve correria de pacientes e da equipe médica.

Um terceiro bandido aguardava os atiradores dentro de um carro no estacionamento. Há a suspeita que o caso se trate de um acerto de contas do tráfico de drogas. De acordo com o delegado Enizaldo Plentz, da Delegacia de Homicídios de Novo Hamburgo, o paciente era um dos sobreviventes de um confronto entre quadrilhas rivais da cidade ocorrido na segunda-feira. Naquela ocasião, um homem morreu e dois ficaram feridos a tiros.

— Um dos baleados já havia fugido do hospital. Hoje, provavelmente os rivais voltaram para acertar as contas — afirma o delegado que investigará o caso.

Em um comunicado oficial, a direção do hospital confirma que os homens armados ingressaram pela portaria e chegaram até onde estava a vítima, em uma ação que teria durado dois minutos. A Fundação de Saúde de Novo Hamburgo salienta que está em curso um projeto de segurança para o local, com o objetivo de inibir situações como esta.

Fonte: DIÁRIO GAÚCHO