Nova Erechim | 09.03.2019 | 10h09 Justiça

Nova Erechim: Assassino diz que matou "amigo" a pauladas e jogou o corpo no rio

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Nova Erechim, com apoio da Delegacia de Saudades e do Setor de Investigação e Capturas de Pinhalzinho, cumpriu na noite desta sexta-feira (08), um mandado de prisão preventiva em desfavor de L. C., de 52 anos. Ele é investigado por um homicídio cometido na última sexta-feira, dia 1º, em Nova Erechim.

Segundo as investigações, naquela manhã, a vítima, um homem de 64 anos, saiu sozinho para pescar no Rio Chapecó, na comunidade de linha Navegantes. Após horas sem retornar para casa nem dar notícia, a família passou a realizar buscas para encontra-lo, o que somente conseguiram já na madrugada do dia 02, quando localizaram o corpo dentro do rio.

A Polícia Civil, Polícia Militar, corpo de Bombeiros, IGP e IML estiverem no local, de difícil acesso, onde foi constatada a morte do homem, sem qualquer indício de quem pudesse ser o autor.

Diante disso, foi instaurado inquérito policial para apurar o fato, quando então, após a realização de inúmeras diligências, logrou-se êxito na identificação do autor, que foi interrogado, confessou o crime.

O autor alegou que os dois haviam combinado de ir pescar juntos. Contudo, já no local, durante a atividade, acabaram se desentendendo, oportunidade em que teria desferido duas pauladas na cabeça da vítima, que morreu no local, com várias lesões na cabeça. Após o crime, o autor fugiu do local.

O preso foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada de Maravilha. O inquérito será concluído nos próximos dias e encaminhado ao Poder Judiciário.

Fonte: POLÍCIA CIVIL