Chapecó | 20.01.2017 | 08h36 Geral

Não haveria Lava Jato sem Teori, diz Moro

Em nota, juiz da operação na primeira instância afirma estar perplexo com a morte do ministro do STF e diz que ele foi um “herói
O juiz responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, Sergio Moro, disse em nota emitida nesta quinta-feira (19) estar perplexo com a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki. Na nota, Moro expressa condolências à família de Teori, diz que o ministro do Supremo é um exemplo de magistrado e um “herói brasileiro”. Também afirma que, sem ele, não teria havido a Lava Jato.

Os procuradores da força-tarefa da Lava Jato no Paraná também emitiram nota em que lamentam a morte de Teori e dizem que ele prestou um “louvável serviço” ao país.

Leia a nota de Moro na íntegra:
“Tive notícias do falecimento do Ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki em acidente aéreo. Estou perplexo. Minhas condolências à família. O ministro Teori Zavascki foi um grande magistrado e um herói brasileiro. Exemplo para todos os juízes, promotores e advogados deste país. Sem ele, não teria havido a Operação Lava Jato. Espero que seu legado, de serenidade, seriedade e firmeza na aplicação da lei, independente dos interesses envolvidos, ainda que poderosos, não seja esquecido.”

Leia a íntegra da nota dos procuradores da força-tarefa da Lava Jato
“Os procuradores que integram a força-tarefa Lava Jato na Procuradoria da República no Paraná lamentam o falecimento do magistrado e professor Teori Albino Zavascki, relator da operação no Supremo Tribunal Federal. O ministro Zavascki teve uma trajetória profissional marcada pela lisura e pela seriedade. Sua atuação firme na relatoria da operação honrou o Supremo e foi um louvável serviço prestado ao país.”

Fonte: AU ONLINE