Anchieta | 08.05.2019 | 09h40 Polícia

​Mulher que ministra curso é indiciada por estelionato

Uma mulher de 34 anos, que ministra cursos na cidade de Anchieta, foi indiciada pela Polícia Civil por estelionato.

Policiais civis da delegacia de Anchieta, cumpriram hoje mandado de busca e apreensões na casa da acusada, onde foram apreendidos dois aparelhos celulares e um cartão de crédito, utilizados na pratica de estelionato.

Segundo o que a Polícia Civil, G.A.C.S. que é moradora de Anchieta divulgava nas redes sociais que ministrava cursos de beleza no período de um dia, e nesse sentido uma moradora de Campo Erê, foi até a cidade de Anchieta, onde fez o curso.

Assim que terminou, a autora solicitou os dados pessoais da vítima para confecção do certificado de conclusão, mas na verdade a instrutora utilizou os dados, para solicitar um cartão de crédito em nome da vítima, junto a uma instituição financeira.

Após alguns meses, a vítima passou a receber cobranças de compras não efetuadas por ela, razão pela qual procurou a Polícia Civil na cidade de Campo Erê.

Assim que foi informada de que a autora da prática de estelionato residia e ministrava cursos em Anchieta, os policiais efetuaram diligências e após as informações levantadas, a autoridade policial representou pela expedição de mandado de busca e apreensão domiciliar, deferido pelo Poder Judiciário da comarca, de Anchieta, após parecer favorável do Ministério Público.

Na tarde desta terça-feira 07, o mandado de busca e apreensão foi cumprido. Na ocasião, foram apreendidos o cartão de crédito em nome da vítima, o qual foi utilizado para prática criminosa, e dois aparelhos telefônicos, um deles adquirido com o uso do referido cartão.

A autora foi interrogada e confessou a prática delituosa.

A Polícia Civil orienta a população para que evitem fornecer seus dados pessoais para terceiros.

Foto: Polícia Civil

Fonte: A TRIBUNA