São João do Oeste | 30.07.2020 | 18h49 Polícia

Mulher que mentiu sobre ameaças de ex-companheiro é indiciada no Oeste

A Polícia Civil concluiu nesta semana um Inquérito Policial que apurava suposto crime de ameaça e injúria no âmbito da Lei Maria da Penha, em de São João do Oeste.

De acordo com a polícia, em maio deste ano, uma mulher de 47 anos, foi até a Delegacia de Polícia e registrou um boletim de ocorrência, relatando que seu ex-companheiro havia lhe ameaçado e injuriado por meio de ligação telefônica.

Após diligências e medidas judiciais, a Polícia Civil concluiu que a mulher deu causa a instauração de Inquérito Policial contra o ex-companheiro, mesmo sabendo que ele era inocente, pois tudo não passava de uma farsa.

A mulher foi indiciada pelo crime de denunciação caluniosa, infração penal que afronta a administração da justiça, causando empenho da Polícia Judiciária na apuração de um crime que não ocorreu. A pena pode chegar de 02 a 08 anos de reclusão.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

Fonte: Portal Aconteceu, com informações Polícia Civil