Chapecó | 19.02.2021 | 21h21 Geral

Mulher dá à luz e acorda de coma sem lembrar que pegou Covid-19 em Chapecó

“Acordei sem saber se era um sonho e se minha filha estava viva ou não”. Esse é o relato da advogada Danubia Leida, de 38 anos, que venceu a Covid-19 após passar 19 dias internada na UTI do Hospital Regional do Oeste (HRO). A moradora de Maravilha estava grávida de 34 semanas quando foi diagnosticada com o vírus.

Quando chegou em Chapecó, Danubia estava com o pulmão gravemente afetado pela doença. “Cheguei no dia 6 de outubro, grávida. Depois de 19 dias acordei sem lembrar de nada e já não estava mais grávida. Eu estava confusa, completamente assustada. Naquele momento pensei que havia perdido a minha filha”, lembra.

A pequena Maria Luiza Leida Agustini, de 4 meses, nasceu saudável no dia 7 de outubro de 2020 e logo foi levada a Maravilha, onde ficou aos cuidados do pai. Já a mãe recebeu alta no dia 25 de outubro.

Hoje, mãe e filha estão juntas e saudáveis. “No início eu não levava essa doença muito a sério, mas só depois de passar por tudo isso aprendi que não é brincadeira”, conta.

Danubia deixa uma mensagem a todos que torceram por sua recuperação e alerta a população para que se proteja. “Agradeço a todos que enviaram mensagens de carinho e torceram pela minha saúde e de minha filha. Estamos bem e seguimos nos cuidando”, finaliza.

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

SIGA O PORTAL ACONTECEU NO INSTAGRAM

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO TELEGRAM

Fonte: ND +