Chapecó | 11.01.2018 | 19h42 Geral

Morre mais uma criança do incêndio da creche Gente Inocente em Janaúba

Gabriel Carvalho de Oliveira, de 5 anos, estava internado em hospital de Belo Horizonte.
RIO — Morreu nesta quinta-feira mais uma criança vítima da tragédia em Janaúba, no interior de Minas Gerais. Gabriel Carvalho de Oliveira, de 5 anos, estava internado há cerca de três meses no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. A creche Gente Inocente, onde ele estudava, foi incendiada por um vigia em outubro do ano passado. Com o falecimento de Gabriel, sobe para 14 o número de mortos na tragédia.

A tragédia de Janaúba fez 58 vítimas, incluindo mortos e feridos, sendo que 10 crianças e três professores morreram, além do autor do crime, Damião Soares dos Santos, de 50 anos. No primeiro fim de semana após o ocorrido, 23 crianças e adultos tiveram alta hospitalar. Elas estavam internadas porque inalaram fumaça do incêndio e não chegaram a ter queimaduras graves.

Segundo informações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, no horário do ataque havia 75 crianças e 17 funcionários na unidade escolar. Os feridos no incêndio foram socorridos em hospitais de Janaúba, Montes Claros e Belo Horizonte.

CRECHE GANHA NOME DE PROFESSORA MORTA
A creche Gente Inocente vai ganhar um novo nome quando for reaberta. A prefeitura local decidiu homenagear uma das vítimas do incêndio, mudando o nome da unidade para Helley de Abreu Silva Batista. Trata-se da professora que sacrificou a própria vida para salvar boa parte das crianças e evitar que Damião Soares dos Santos fizesse mais vítimas.

Fonte: G1