Maravilha | 14.05.2019 | 20h01 Geral

Morador de Maravilha cultiva mais de 400 bonsais

Pequenos e encantadores, os bonsais vêm conquistando novos adeptos desta técnica de cultivo pelo mundo todo. No entanto, eles ainda geram algumas dúvidas para quem não os conhece. Você sabia, por exemplo, que qualquer árvore pode ser um bonsai? Não se trata de uma espécie diferente, mas uma forma de cultivo.

Morador de Maravilha, Edinásio Juliano Müller cultiva bonsais há seis anos e atualmente tem aproximadamente 400 árvores. Ele conta que sempre gostou da natureza, viveu sua infância no interior e conheceu a técnica de cultivar árvores em pequenos vasos na adolescência, assistindo a um filme.

Müller começou o cultivo depois de visitar o amigo Volmir Schaefer, também morador de Maravilha e que cultiva bonsais. Na visita, Müller ganhou uma muda e decidiu se dedicar ao cultivo das pequenas árvores. Atualmente, ele tem aproximadamente 30 espécies de bonsais, distribuídas entre o seu terreno e o quintal da mãe.

As mudas são produzidas com sementes, retiradas da natureza ou através da técnica de estaca, quando se corta um pequeno galho de uma árvore para produzir outra. Resumidamente, a técnica consiste em cultivar uma árvore dentro um vaso. Mas é claro que o cultivo exige bastante dedicação. O bonsai continua sendo uma árvore como qualquer outra, e por estar limitada a crescer dentro um vaso, precisa de frequente adubação, umidade e luz solar para fazer a fotossíntese.

Müller conta que diariamente cuida das plantas e as podas também são fundamentais para o cultivo. Ele afirma que a árvore é muito forte, mas pode morrer em apenas um dia por falta de água, por exemplo. No verão, Müller chega a regar os bonsais duas vezes ao dia. São ainda cinco adubações e seis podas por ano, além do controle das raízes e troca de vasos.

Pode até parecer trabalhoso, mas para quem gosta da natureza a técnica traz ótimos resultados. Müller conta que o cultivo de bonsai reduz ansiedade, exercita a paciência e ainda traz conhecimento sobre a natureza e muita satisfação ao ver uma planta se desenvolvendo. A filha Victória, de cinco anos, já se interessa pela técnica e auxilia o pai no cultivo e cuidado diário com os bonsais. “É uma satisfação ver as mudas crescendo. O maior prazer é fazer o cultivo desde o início”, afirma.

Foto: Carine Arenhardt/WH Comunicações

Fonte: WH Comunicações