Chapecó | 06.05.2018 | 20h16 Saúde

Menino de 5 anos atropelado por caminhonete em creche de Chapecó sai do hospital

Um menino de 5 anos recebeu alta pouco antes das 11h deste domingo (6) depois de 13 dias de internação hospitalar, vítima de uma caminhonete que invadiu a creche onde ele estava no dia 24 de abril em Chapecó.

Outra menina, também de 5 anos, foi liberada do Hospital da Criança para voltar para casa na quarta-feira (2). A escola ficou fechada até quarta, para adequação dos espaços. O motorista foi preso e permanece no Presídio Regional de Chapecó neste domingo.

Após o atropelamento, a menina teve uma hemorragia na cabeça e o menino sofreu traumatismo craniano. Eles estavam internados em quartos no Hospital da Criança, em Chapecó, e chegaram a ficar na UTI Pediátrica do Hospital Regional do Oeste.

Ao todo, oito crianças foram atropeladas. O veículo entrou em uma sala alugada, do outro lado da sede da creche, onde estavam 24 crianças entre 4 e 5 anos.

No total, 180 crianças estudam na creche municipal Pequenos Herois, que fica no bairro Efapi. A unidade ficou fechada por nove dias, para adaptar salas para todos os alunos. Na sala alugada funcionavam quatro turmas entre o período da manhã e tarde, com cerca de 80 alunos.

Antes do início das aulas, na quarta, o embaixador da Chapecoense Jackson Follmann e os jogadores Luiz Antônio e Osman estiveram na unidade para dar apoio as crianças, aos professores e funcionários da unidade.

Conforme a prefeitura, novas salas de aula devem ser construídas ao lado da sede da creche, no período de 30 dias.

O motorista Élio Luiz Foppa foi levado para o Presídio Regional de Chapecó. Ele mora na mesma rua da creche.

Ele deve responder por seis tentativas de homicídio com dolo eventual, entretanto, o inquérito ainda não foi finalizado. Conforme a Polícia Civil, ainda faltam laudos para concluir os trabalhos.

Foto: Hendrik Zanatta/ Portal Aconteceu

Fonte: G1