Chapecó | 15.07.2017 | 11h33 Polícia

Maior traficante do Sul do Brasil é preso pela polícia no Paraguai

Considerado o maior traficante do sul do país, Neri José Soares, conhecido como Nazareth, 39 anos, foi preso na sexta-feira (14) na cidade de Los Cedrales, próximo a Ciudad del Este, no Paraguai, durante um trabalho conjunto da Polícia Civil gaúcha e da Polícia Nacional do Paraguai.

O trabalho, que foi coordenado pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Denarc), com apoio do Gabinete de Inteligência da chefia da Polícia Civil, vinha sendo desenvolvido havia um ano e sete meses e resultou na captura do traficante que estava foragido da Justiça brasileira desde 2013.

Segundo o chefe de Polícia do Rio Grande do Sul, delegado Emerson Wendt, Nazareth tinha mandados de prisão por tráfico de drogas e homicídio e estava morando no Paraguai.

— Ele estava acima das facções. Fornecia drogas, principalmente maconha, para várias facções em todo o Brasil e em outros países da América Latina, mas principalmente aqui no Sul — detalhou Wendt.

Conforme o Denarc, Neri, radicado no Paraguai, era responsável por fornecer drogas a mais de uma facção do Rio Grande do Sul e também para fora do Estado.

Em 2008, quando foi preso em Cachoeirinha também pelo Denarc, Neri foi apontado como responsável por enviar toneladas de maconha para o Primeiro Comando da Capital (PCC), em São Paulo, e para a facção Amigo dos Amigos (Ada), no Rio. Também era acusado de vendar fuzis AR-15 e metralhadoras antiaéreas para criminosos cariocas.

A polícia monitorava as ações do traficante e, na quinta-feira, uma equipe do Denarc viajou para o Paraguai para o desfecho da Operação Cedrales, batizada assim por causa da localidade em que o traficante estaria instalado no Paraguai.

Agentes e delegados do Denarc viajaram durante a madrugada para transferir Neri para Porto Alegre. Ele chegou na Capital, sob forte escolta, incusive com monitoramente de helicóptero, pouco antes das 8h.

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE