Joinville | 26.06.2019 | 17h58 Polícia

Mãe e filha são presas acusadas de matar estuprador que abusou de familiar em SC

Agentes da Delegacia de Homicídios de Joinville (DHJ) realizaram a prisão de duas mulheres, mãe e filha, pela tortura e morte de H.R.S, de 64 anos, ocorrido no dia 19 de maio, no bairro Comasa, zona leste da cidade.

A investigação mostrou que a morte foi motivada por vingança. Durante a investigação foi apurado que a vítima abusou sexualmente de duas criança há alguns anos, e estava preso e condenado pelos crimes supracitados, até ganhar liberdade pela progressão de regime.

Visando a vingança, os investigados realizaram a captura do homem e o submeteram a sessão de tortura por espancamento e queimaduras, culminando na morte por disparo de arma de fogo na cabeça. A investigação da DH identificou e compôs o conjunto probatório que atribui as condutas homicidas a cinco pessoas, sendo que quatro já foram presas.

Embora a motivação do homicídio encontre argumento questionável, o direito à vida não pode ser relativizado. A Polícia Civil não é insensível a violação da liberdade sexual perpetrada pela vítima, mas, ao mesmo tempo, sempre perseguirá com afinco a responsabilização de pessoas que atentem contra a vida de terceiros, sendo a vítima quem for.

Fonte: POLÍCIA CIVIL