Florianópolis | 17.05.2019 | 13h20 Geral

Leão-marinho de 250 kg é encontrado morto em praia de Florianópolis

Um leão-marinho de aproximadamente 250 quilos foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (16) na areia da Praia do Campeche, em Florianópolis. De acordo com a Associação R3 Animal, o mamífero já estava em estado de decomposição e não possuía marcas de ferimentos causados por algum tipo de interação com humanos.

O leão-marinho foi retirado da praia com a ajuda de uma retroescavadeira da Prefeitura da Capital. A carcaça do animal foi encaminhada para o Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM), para que seja feita uma necropsia. O objetivo é identificar o sexo e a possível causa da morte.

A associação diz que os leões-marinhos fazem parte de um grupo de animais que podem ser vistos com frequência no litoral catarinense, durante o período de inverno. Esses mamíferos, assim como lobos-marinhos, elefantes-marinhos e focas, vivem nas costas do Uruguai e da Argentina e saem do habitat natural em busca de alimento.

Quem avistar um desses animais nas praias, bem como aves ou tartarugas, mortos ou vivos, deve entrar em contato com a R3 Animal, pelo telefone 0800 642 3341. Quando os animais estão debilitados, o grupo atua para ajudar na recuperação e soltura deles de volta à natureza. Em caso de mortes, a associação promove estudos para identificar as causas e sugerir medidas para tentar proteger o restante da fauna marinha da região.

O projeto faz parte de uma ação de compensação ambiental promovido pela Petrobras, em função do trabalho para prospectar petróleo no litoral brasileiro. A ação é realizada de Laguna, no Sul de Santa Catarina, até Saquarema, no litoral do Rio de Janeiro. Em Florianópolis, a R3 Animal é responsável pelo trabalho de acolhimento dos animais.

Foto: Divulgação/R3 Animal

Fonte: NSC total