Chapecó | 23.12.2016 | 17h29 Economia

Juros do cartão de crédito e do cheque especial batem novo recorde

Os juros do crédito rotativo, que o governo prometeu reduzir pela metade, alcançaram 482,1% ao ano em novembro. Esse é o maior patamar para essa modalidade de crédito desde que o BC (Banco Central) começou a divulgá-la, em março de 2011.

O rotativo é a linha emergencial utilizada por quem não consegue pagar o valor integral da fatura, conhecida por ser uma modalidade muito cara. Em outubro, os juros dessa linha estavam em 475,8% ao ano.

Os juros do cheque especial também bateram recorde, chegando a 330,7% ao ano em novembro, a maior taxa da série história do Banco Central, que começou em 1994. Em outubro, a taxa estava em 328,5%. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (23) pelo BC.

Fonte: O SUL