Chapecó | 25.11.2019 | 09h28 Entretenimento

Jackson Follmann segue no programa "PopStar" e garante imunidade para a próxima rodada

O primeiro domingo de eliminação do PopStar (Globo) marcou a despedida de Claudia Ohana do programa. A atriz disputava uma vaga na repescagem da competição. O ex-goleiro da Chapecoense Jakson Folmann segue na liderança, garantindo imunidade para a próxima rodada.

Claudia subiu ao palco para interpretar a música Black is Beautiful, da cantora Elis Regina.

Filha de Elis Regina, Maria Rita comentou a apresentação da atriz:
— Essa música é difícil, sou um pouco suspeita. Você deu tudo que tinha pra dar. Ficou muito claro.

O juri técnico deste domingo (24) contou com a presença de Maria Rita, Tony Tornado, a dupla Marcos e Bellutti, Paulo Lima, presidente da Universal Music, Vitor Kley, Junior Lima, Roberta Sá, Ana Carolina e Wanderléa.
Seguindo no ritmo sertanejo, o atleta interpretou a música Logo Eu, de Jorge e Mateus:

— Você é um cantor. Todas as notas na cabeça. Fico assustado, feliz e emocionado. Você fez tudo perfeito. Como você sobe aí e esquece de fazer o passinho? Você arrebenta — falou Marcos, da dupla Marcos e Bellutti, à Follmann.
Robson Nunes, que abriu o programa, cantou Descobridor dos Sete Mares, de Tim Maia; Yara Charry escolheu Rolling in The Deep, da cantora internacional Adele; a atriz Totia Meireles interpretou a música Esperando na Janela, de Gilberto Gil; Heriberto Leão cantou Basket Case, da banda Green Day; Helga Nemetik interpretou End of Time, da diva pop Beyoncé; Leticia Sabatella cantou a música Back to Black, de Amy Winehouse; Nany People interpretou o hit do sertanejo universitário 50 reais, de Naiara Azevedo; o ator Marcelo Serrado cantou You’ve Got a Friend in Me, do cantor Randy Newman.

Ao iniciar o programa, a apresentadora Taís Araujo prestou uma homenagem ao apresentador Gugu Liberato, ícone da televisão brasileira que faleceu na sexta-feira (22), após sofrer um acidente doméstico na sua casa, em Orlando, nos Estados Unidos.
— Vamos transformar essa tarde em um Domingo — disse. E a plateia gritou logo em seguida: Legal. Relembrando o programa Domingo Legal, que foi comandado por Gugu por 15 anos.

Fonte: GaúchaZH