Chapecó | 24.05.2019 | 10h41 Justiça

Investidores da TELEXFREE na região ainda aguardam ressarcimento após bloqueio de dinheiro

Investidores da TELEXFREE espalhados em todo o Brasil, inclusive na região do Alto Uruguai Catarinense, ainda aguardam a restituição dos valores bloqueados pelo judiciário no Acre. São dezenas de ações que tramitam na Comarca de Ipumirim, Concórdia e Itá.

Os investimentos na Telexfree chegaram a valores consideráveis. Uma família da região repassou a empresa mais de 30 mil. Agora, o processo tem decisão favorável, porém demanda de encaminhamentos para tentar reaver os valores bloqueados no Acre.

Por enquanto, nenhum investidor da empresa recebeu ressarcimento. O fim da Telexfree no Brasil ocorreu em 2014 quando foi descoberta a pirâmide financeira e a operação ilegal no País. Na época o Ministério Público e Polícia Federal deflagraram uma operação que culminou com o bloqueio do montante bilionário.

Conforme a última informação divulgada pela imprensa do Acre, pelo menos, 2 milhões de pessoas esperam pelo dinheiro. São R$ 700 milhões sendo disputados entre divulgadores e União.

Fonte: ATUAL FM