Chapecó | 01.11.2018 | 13h59 Geral

Inspeção coletiva foi realizada na pista do Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso

A Administração Municipal realizou na manhã desta terça (30) uma inspeção coletiva na pista de pouso e decolagem do Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso. A ação que acontece de forma rotineira, desta vez contou com a participação de aproximadamente 50 pessoas entre funcionários do aeródromo, órgãos de segurança pública e companhias aéreas que atuam no local.

Divididos em grupos, cada participante ganhou uma sacola plástica com o objetivo de identificar e recolher qualquer material que fosse encontrado em frente aos hangares, pátios e pista pouso e decolagem. Segundo o Superintendente do Aeródromo, Eglon Buraseska, objetos considerados acima de qualquer suspeita como copos plásticos, parafusos, lacres de bagagens, cadeados, ferramentas, detritos de pavimento, entre outros, podem causar sérios danos às aeronaves. “Como na grande maioria dos processos causais de incidentes ou acidentes aeronáuticos, o problema FOD (Foreign Object Damage ou Dano por Objeto Estranho) se caracteriza pelo grande paradoxo entre a simplicidade do fator causador e o gigantismo de suas consequências. Um pequeno parafuso pode destruir uma turbina ou então esquecê-lo na entrada de ar do motor pode ser a origem de um acidente que resulte na destruição da aeronave e na morte de seus ocupantes”, explica Eglon.

Essa foi a primeira vez que o Aeroporto Municipal realizou uma inspeção coletiva. O objetivo foi difundir a segurança operacional para toda comunidade aeroportuária, possibilitando que cada um reconheça sua importância no elo do sistema de segurança da aviação civil.

Fonte: PREFEITURA DE CHAPECÓ