Maravilha | 17.10.2020 | 16h16 Polícia

Idoso perde R$ 40 mil em golpe pelo WhatsApp no Oeste

Um idoso de 66 anos perdeu R$ 40.000,00 depois de cair em um golpe em Maravilha. A Polícia Civil registrou o fato nesta sexta-feira, dia 16.

De acordo com a polícia, a vítima recebeu mensagens, através do aplicativo WhatsApp, onde seu filho solicitava auxílio financeiro para comprar um veículo. Após troca de mensagens o perfil falso do WhatsApp, indicou o número da conta bancária para transferência. Inicialmente foi realizada a vítima transferiu R$ 12 mil, momentos depois em novo contato, foi realizada a transferência de maios R$ 28 mil.

Como funciona o golpe
O golpe começa a ser aplicado quando os bandidos criam um perfil de WhatsApp com a foto de determinada pessoa, possivelmente encontrada em redes sociais. Por meio do aplicativo de mensagens instantâneas, os criminosos entram em contato com amigos e familiares da pessoa, passando-se por ela. Os golpistas informam que o número de WhatsApp mudou e, após algumas trocas de mensagens, pedem uma transferência bancária. A ajuda financeira é solicitada com histórias diversas. No caso de Maravilha, o filho (perfil utilizado pelo criminoso) solicitou ajuda financeira ao pai (vítima) para aquisição de um veículo.

Orientação da Polícia Civil
A Polícia Civil alerta para as informações, expostas em rede social de caráter aberto, as quais podem servir de informação sensível a fim de persuadir familiares, amigos e clientes.

Esse método é conhecido como "engenharia social", quando os criminosos buscam informações pessoais sobre as vítimas para enganar pessoas conhecidas. Por se tratar de uma abordagem sofisticada, recomenda-se muita atenção com pedidos de dinheiro via aplicativos e mensagens de texto.

Logo, tenha em mente as seguintes regras de segurança em ambiente virtual :
1 - Atente para ajustar seu aplicativo de mensagens para não mostrar sua foto de perfil para quem não estiver salvo em sua lista como contatos;
2 - Configure seu perfil na rede social (ex. Facebook, Instagram), para ocultar dados de contato (e-mail, telefone celular);
3 - Caso seja contatado por alguém próximo, dizendo que mudou de WhatsApp, ligue para o número que já tinha da pessoa e confirme isso;
4 - Se receber contato por telefonema ou mensagem de familiar pedindo ajuda, certifique-se de que é real. Converse com outros parentes antes de fazer qualquer depósito.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

Fonte: Portal Aconteceu, com informações Polícia Civil