Chapecó | 05.06.2019 | 04h21 Justiça

Homem que atirou contra mulher no centro de Chapecó tem prisão decretada

O paraguaio, Derlis Ramon Gimenez Lesmo, suspeito de atirar três vezes na cabeça de uma mulher, no Centro de Chapecó, passou por a audiência de custódia na tarde desta terça-feira (04), e teve a prisão preventiva decretada. Sendo assim, Derlis foi encaminhado a Presídio Regional de Chapecó, onde permanecerá a disposição da justiça.

O caso está sob responsabilidade da 2ª Vara Criminal da comarca de Chapecó. A juíza Ana Karina Arruda Anzanello analisará ainda o pedido de quebra de sigilo telefônico dos dois aparelhos de celular apreendidos com o suspeito. “Daremos prioridade ao caso. A decisão sairá nesta quarta-feira”, explica a magistrada.

A Justiça catarinense também informou o Consulado do Paraguai, no Brasil, com sede em Foz do Iguaçu/PR, sobre a manutenção da prisão de Derlis em Chapecó. No país vizinho há um mandado de prisão em aberto contra ele por homicídio. Na audiência de custódia, o suspeito disse ter uma filha de dois anos que mora com a mãe dele, no Paraguai. A matriarca também foi avisada da prisão no Oeste.

O caso
Lesmo foi preso em flagrante na tarde de segunda-feira (03), após atirar na cabeça de uma mulher de 48 anos para levar a bolsa dela. Ele fugiu em uma moto e foi encontrado cerca de 20 minutos depois. A mulher passou por cirurgia e está internada. A polícia continua as investigações.

Fonte: Poder Judiciário de Santa Catarina