Chapecó | 06.11.2019 | 18h06 Polícia

Homem deixa carta de despedida antes de matar a filha e mulher em Chapecó

O portal Chapeco.org obteve com exclusividade a carta em que o marido teria deixado antes de matar a filha de três anos e a esposa de 28 anos em um condomínio de Chapecó.
A ocorrência aconteceu no inicio da tarde de desta quarta-feira (06) por volta das 11h15 em um condomínio na Avenida São Pedro no bairro Pinheirinho em Chapecó.

Trechos retirados do texto

"Minha passagem na terra foi até aqui, tomei decisões erradas que fazem meus amores, serem infelizes pra frente e sempre.
Não consigo mais oferecer a condição de felicidade para elas e nem a nossas famílias e amigos.
Vamos continuar, em outra vida, vivendo e olhando por vocês."

O crime
A ocorrência foi registrada no início da tarde desta quarta-feira (06) por volta das 11h15 em um condomínio na Avenida São Pedro no bairro Pinheirinho.

A guarnição da Polícia Militar (PM) foi chamada e encontrou dentro de um apartamento no 3º andar, três pessoas mortas. A Polícia Civil e IGP também foram acionados.

No local, foi identificado as vítimas como sendo um casal e uma criança de apenas três anos. Pelo menos uma testemunha disse que escutou disparos por volta de 06h00, mas a guarnição da PM só foi chamada por volta as 11h00. Durante a manhã não houve movimentação no apartamento, o que chamou a atenção dos moradores. O carro da família estava na garagem.

Conforme a PM provavelmente o homem teria atirado contra a mulher e a filha, de três anos, e após cometido suicídio. Uma arma calibre .38 foi encontrada no local.

As vítimas foram identificadas como Michael Ribeiro Lopes de Gois de 32 anos, a esposa Eliane Mayeski de Gois de 28 anos e Elisa Mayeski de Gois de 03 anos.

Conforme informações de moradores o casal era bem tranquilo, não tinham brigas, e recebiam com frequência amigos.

O marido possivelmente tenha pegado a arma ido até o quarto e atirou na criança pelas costas, acordando a esposa e atirou na cabeça da esposa que tentou se defender com o braço, se dirigiu até a sala, sentou no sofá e atirou na própria cabeça.

Conforme a PM, o autor teria chegado em casa por volta das 06h00.

Agora a Polícia Civil assume as investigações que deverá apontar as reais causas desse crime bárbaro que chocou Chapecó.

Fonte: CHAPECÓ.ORG