Chapecó | 16.07.2019 | 13h41 Tecnologia

Grupo Soma Sul comemora 20 anos de atuação no Brasil

O Grupo Soma Sul, que atua no ramo de codificação industrial e equipamentos de inspeção de alimentos na agroindústria, está celebrando 20 anos de mercado com faturamento recorde e previsão de crescimento.

A empresa foi fundada em Chapecó (SC) em 1999, quando a automação ainda dava os seus primeiros passos no Brasil. "Na época, muitos cursos de automação nas faculdades brasileiras ainda estavam sendo criados e era tudo novidade. Iniciamos as parcerias com empresas que estavam atuando fortemente no exterior e trouxemos lançamentos exclusivos para o país", afirma Gustavo Martins, sócio-fundador da Soma Sul.

Nos primeiros anos, a empresa funcionava com cerca de cinco funcionários e o primeiro produto comercializado no Brasil foi o destinado à codificação de embalagens. Logo depois, vieram as máquinas para inspeção de alimentos com a parceria da inglesa Loma Systems, como os detectores de metais em carnes e os equipamentos de raio-X, que atingem todos os tipos de produtos alimentícios e até farmacêuticos. E, em 2012, a empresa tornou-se Grupo, com a abertura da Soma Sul Equipamentos.

"O mercado brasileiro não tinha ideia das tecnologias existentes para o controle da qualidade dos produtos industrializados até a chegada da Loma no Brasil. E trazer esta novidade fez a Soma Sul se tornar referência em inovação", explica o sócio e CEO da Soma Sul, Gilberto Dick.

Hoje, a Soma Sul conta com mais de 80 funcionários em cinco unidades instaladas nas cidades de Chapecó (SC), São Leopoldo (RS), Toledo (PR), Maringá (PR) e Curitiba (PR) e trabalha com marcas internacionais, entre elas: Technomark (codificação permanente por micropuncionamento), Cognex (sistemas de visão e leitores de códigos), Gardner Denver (compressores de ar, bombas de vácuo e sopradores), Festo e Mitsubishi Electric (automação industrial).

O Grupo fechou 2018 com um faturamento de R$25 milhões e com a criação da Datec, empresa focada na realização de projetos de automação para as indústrias e com sede em Chapecó. No início de 2019, criou também a empresa Soma Flux, com sede no Paraná, e cujo foco está na venda de serviços e produtos para compressores de ar, sopradores e bombas de vácuo.

Entre os pilares do Grupo estão a atualização constante dos funcionários e cuidado com o pós-venda. "O pós-venda é nosso diferencial. Ele atua juntamente com a área de vendas. Depois que a venda é concluída, nosso colaborador realiza a instalação dos equipamentos, treinamento dos clientes e presta serviços de manutenção preventiva e corretiva", diz Martins.

A visão de futuro da Soma Sul é de crescimento e inovação tecnológica: "O segmento de automação tende a crescer ainda mais nos próximos anos, devido à necessidade cada vez maior de informações em tempo real. Dessa maneira, os equipamentos estarão integrados com softwares nas empresas", explica Dick, referindo-se ao avanço do conceito Indústria 4.0 no Brasil.

Além de todos estes motivos para comemorar, o Grupo também possui muitos planos: "Escolhemos o Paraná para ampliar ainda mais nossos negócios. Em Curitiba, nos mudamos para um espaço maior, com 2 mil m² e estamos contratando mais funcionários", ressalta Gustavo Martins.

Fonte: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO