Chapecó | 11.01.2017 | 19h57 Geral

Grupo de Resgate em Montanha encontra corpo de turista no Rio da Prata

Uma equipe formada por especialistas em restage em montanha e bombeiros, com a ajuda do helicóptero Águia, da Polícia Militar, tentam resgatar o corpo do turista Felipe Maciel, de 32 anos, no alto do Rio da Prata, na zona rural de Joinville.

Felipe entrou sozinho numa trilha na mata na manhã de terça-feira e não voltou mais.

No começo da tarde desta quarta-feira, depois de 12 horas de buscas, a PM informou à RBS TV que a equipe encontrou o corpo do homem caído nas pedras numa cachoeira com mais de 30 metros de altura, numa região de difícil acesso no meio da mata. O resgate do corpo deve ser feito ainda na tarde desta quarta-feira.

Durante a manhã, o pai do rapaz, o engenheiro Alceu Maciel, viajou de Florianópolis, onde mora a família, até o pé da serra. Com amigos e familiares, ele foi até o local onde Felipe deixou o carro, no começo da trilha. A Mistsubishi que ele dirigia ficou fechada e estacionada a menos de dez metros do rio, sem qualquer sinal de violência.

— Ele não faria isso. Ele nunca fez isso de ir em cachoeira sozinho, assim — dizia o pai, inconformado com o sumiço do filho.

Segundo Valdir Bartz, dono da propriedade onde funciona o Recanto das Nascente Divinas, com uma pousada e um camping, no final da estrada, o homem chegou por volta das 10 horas da manhã de terça-feira, pediu para entrar e tomar banho na cachoeira.

Os donos da propriedade estranharam que, no fim da tarde, o veículo ainda estava lá, mas o homem não havia voltado do mato. Seis pessoas do Grupo de Resgate de Montanha (GRM) de Joinville lideraram as buscas durante toda a manhã. Uma equipe da PM sobrevoou a região por duas vezes.

Ainda não é possível afirmar o que provocou a morte do rapaz. Somente após o resgate do corpo será possível identificar algum ferimento que explique porque ele não voltou.

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE