Chapecó | 25.03.2018 | 23h23 Mundo

Grávida oferece bebê por rede social na Argentina

Uma adolescente de 17 anos sem recursos que vive em uma zona rural da Argentina ofereceu seu bebê que está para nascer a quem desejasse adotá-lo, em um ato classificado pelas autoridades de ingênuo e desesperado, mas sem representar crime.

"Manifestou que queria continuar tendo contato com o bebê. Está grávida de oito meses. Queria que pudessem lhe dar ajuda econômica e, por isso, gerou o equívoco. Não estava negociando", disse sua advogada, Valeria Quintana, ao canal C5N.

A jovem publicou sua oferta em uma seção de compra e venda de artigos comerciais de uma rede social.

A mensagem escrita pela adolescente foi: "se alguém souber de uma pessoa que deseje de coração adotar um bebê recém-nascido fale comigo". Ela já é mãe de um bebê de nove meses.

"Estão dando auxílio a ela. Tinha medo de não poder dar a assistência básica ao filho quando nascesse. Fez de forma natural. Sua ação não configura crime", declarou Alejandro Zabala, porta-voz da Polícia Missioneira, em declarações a C5N.

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE