Chapecó | 20.01.2017 | 10h32 Geral

FAXINAL DOS GUEDES - Ufólogo diz que imagem mostrando óvni é falsa

As imagens que mostram luzes no céu estava sendo analisada por especialistas ligados a aeronáutica e a ufologia.


Tem circulado pelas redes sociais, a imagem de um objeto que foi filmado em Faxinal dos Guedes/SC e seguia rumo a Ipuaçu. As imagens que mostram luzes no céu estava sendo analisada por especialistas ligados a aeronáutica e a ufologia.

Em contato com Ivo Dohl, ufólogo de Xanxerê o mesmo destaca que a foto é igual a um suposto óvni filmado em Ipuaçu, em novembro de 2016, “essa imagem mostrada nesses dias é igual a uma foto de um suposto óvni filmado em Ipuaçu em novembro do ano passado”.

Ivo ainda destaca que as informações sobre óvnis, quando verdadeiras, devem ser analisadas, “existem em todos os lugares, diariamente, pessoas tentando desvirtuar as informações sobre óvnis. Penso que se for verdadeira a filmagem, temos que aguardar a análise e quem realizou. Agora, antecipar uma informação, postando uma foto já divulgada pelo site da UFO. Com relação a Ipuaçu, as evidências físicas estão sendo apresentadas todos os anos, desde 2008, quando surgiu o primeiro agroglifo no Brasil”.

O ufólogo salienta, que esse assunto sempre gera muita polêmica, “acreditar ou não cabe a cada um que tem seu livre arbítrio. Agora, afirmar que foram feitos por pessoas é muito fácil, o difícil até o momento foram os autores se identificarem. Primeiro, terão que demonstrar como fizeram e que materiais utilizaram nos locais em que apareceram. Vão ter que responder aos proprietários e à própria polícia que vem monitorando as ações em Ipuaçu, o motivo da suposta brincadeira nos trigais de Ipuaçu. O assunto sempre gera polêmica. A humanidade não quer entender e muito menos aceitar que existe sim vida fora e nas cercanias da Terra, inclusive em seu interior. Para um local, 180 metros abaixo do nível do mar foi levado o senhor Antônio Nelso Tasca, abduzido em Chapecó em 1983 e teve sua história publicada em livro – Um homem marcado por ETs”.

Por: Alessandra Bagattini

Fonte: ROBERTO LORENZON