Chapecó | 20.08.2019 | 20h58 Esportes

Familiares das vítimas do acidente da Chapecoense pedem apoio de Bolsonaro

Representantes da Associação das Famílias das Vítimas do Voo da Chapecoense (Afav-C), Fabienne Belle e Mara Paiva devem se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro nesta semana, no Palácio do Planalto.

Ex-comentarista esportivo, o senador Jorge Kajuru (Patriota-GO) tinha uma reunião marcada com o presidente e conseguiu incluir na pauta a situação das famílias que ainda aguardam um acorde de indenização considerável justo após a tragédia ocorrida em novembro de 2016.

A Afav-C tem a intenção de saber como o governo brasileiro poderia ajudar na batalha judicial que envolve a empresa Lamia, dona da aeronave, a seguradora Aon, as autoridades bolivianas e colombianas de aviação e as famílias das vítimas.

Até o momento, a Aon já fechou acordos com 23 famílias, pagando U$ 225 mil dólares para cada uma como auxílio.

Porém, os representantes das vítimas querem reajuste do valor, já que antes da queda do avião, o valor da apólice que era de UD 300 milhões de dólares passou a ser de UD 25 milhões de dólares.

“As famílias depositam sua última esperança no Senado e no governo brasileiro. Temos que ir ao presidente da República, pois a maior parte das ações movidas pela Afav-C prescrevem em novembro. É preciso que o Itamaraty seja acionado e estabeleça um plano de ação junto às autoridades colombianas e bolivianas”, disse o senador Kajuru.

Fonte: OCP NEWS