Chapecó | 01.04.2020 | 11h46 Geral

Estiagem prolongada e consumo alto afetam abastecimento de bairros de Chapecó

Devido à estiagem que afeta a região Oeste e o alto consumo de água verificado em Chapecó nas últimas duas semanas, a CASAN terá que reduzir o volume de distribuição de água no sistema de abastecimento do município.

Desde o último domingo (29), a Companhia está realizando manobras no sistema de distribuição. O fornecimento de água para os bairros Engenho Braun, Jardins, São Cristóvão, Boa Vista, Bom Pastor, Paraíso, São Pedro, Bela Vista, Líder, Vila Real, Esplanada, Monte Belo e Santa Maria só será retomado no início da noite. Os demais bairros serão abastecidos durante o dia, mas deverão ter intermitência à noite e na madrugada.

“Não tivemos alternativa a não ser iniciar manobras por áreas da cidade, em forma de rodízio, pois a água não chega com pressão aos bairros mais altos e distantes da estação de tratamento”, explica o engenheiro Bruno Comunello Eleotero, chefe da Agência local. Neste primeiro momento esses 13 bairros serão afetados pelas interrupções, mas a Companhia não descarta estender a medida para outras áreas da cidade se a estiagem persistir e o consumo não diminuir.

O principal manancial do município, o Lajeado São José está quase seco. Não chove consistentemente na região há mais de mês, sendo que em janeiro e fevereiro os volumes foram abaixo da média. Em março, choveu somente 20% do previsto para o mês.

A Companhia implantou duas bombas flutuantes para aumentar a capacidade de captação no São José, e está instalando novos equipamentos na captação do Lajeado Rio Tigre que irá auxiliar na vazão necessária para o município.

“Precisamos mais do que nunca da ajuda da população”, diz o Superintendente Regional do Oeste, Daniel Scharf. “A água precisa ser reservada para higienização, lavagem das mãos, banhos e roupas, mas não podemos usar mangueiras para lavar casas, pátios, calçadas, entrada de prédios e carros”, complementa.

POPULAÇÃO DE CHAPECÓ, POR FAVOR
- Não lave casas, pátios, calçadas, hall de prédios com mangueira e carros em hipótese alguma.

- Ao lavar louças ou escovar os dentes, feche a torneira.

- Junte a roupa até encher a máquina de lavar antes de acioná-la: uma lavagem pode consumir até 160 litros;

- Não tome banhos demorados. O chuveiro é um grande consumidor de água, ainda mais agora que é recomendado aumentar a frequência dos banhos.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

CLIQUE AQUI E SIGA O PORTAL ACONTECEU NO INSTAGRAM

Fonte: Portal Aconteceu, com informações CASAN