Chapecó | 16.03.2017 | 15h02 Geral

Empresa suíça vence leilão e vai administrar o aeroporto de Florianópolis

Concessão foi arrematada por R$ 83,3 milhões pela operadora "Zurich Airport AG", que terá o direito de administrar o aeroporto Hercílio Luz por 30 anos.

A operadora Zurich Airport AG, da Suíça, foi o vencedora do leilão de concessão do aeroporto Hercílio Luz, de Florianópolis, na manhã desta quinta-feira na Bovespa, em São Paulo. O grupo ofertou R$ 83,3 milhões pela outorga da estrutura catarinense. Com isso, terá o direito de operar o aeroporto pelos próximos 30 anos.

A oferta mínima para o Hercílio Luz era de R$ 52,7 milhões. O terminal catarinense teve uma disputa intensa, principalmente na parte final do leilão. A Zurich travou um embate com a Vinci, francesa que opera na Europa, Chile, República Dominicana e Camboja. Até os últimos minutos, a Vinci tentou vencer a concessão catarinense, mas perdeu pela insistência dos suíços, representados no leilão pelo Banco Santander.

Além do maior aeroporto da Suíça, a Zurich atua também no aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, com 25% do controle da estrutura. Os suíços vão assumir definitivamente a estrutura de Florianópolis somente em 28 de julho deste ano, quando ocorrerá a assinatura do contrato.

No Estudo de Viabilidade que baseou a cessão da estrutura para a iniciativa privada, feito por um consórcio comandado pelo escritório Moysés e Pires Sociedade de Advogados, de São Paulo, há previsão da aplicação de R$ 618 milhões em recursos nos primeiros dois anos. Ou seja, depois que assumir a administração do aeroporto, a concessionária precisará aplicar até 2019 dois terços dos R$ 988 milhões que o estudo aponta como necessários para investimentos até 2047, quando termina o contrato de 30 anos.

A Zurich tem cerca de 1.600 funcionários em quatro áreas de negócios. A empresa concentra-se nas suas atividades principais: operador aeroportuário nacional e internacional, exploração dos centros comerciais nas áreas de terra e ar, bem como gestão orientada para o rendimento e desenvolvimento de imóveis em Zurique.

Primeira etapa de melhorias (2017 a 2025)
- Recapeamento e ampliação das existentes e construção de novas pistas de táxi aéreo.

- Construção de novo pátio para aviação regular, de 63 mil metros quadrados.

- Construção de novo terminal para passageiros, com 66 mil metros quadrados em dois pavimentos.

- Novo estacionamento em frente ao terminal a ser erguido, com 65 mil metros quadrados.

- Reforma do atual terminal para que se torne um terminal de aviação geral (voos particulares).

- Reforma do atual estacionamento para uso da aviação geral.

- Disponibilização de área de 15 mil metros quadrados para locadoras de veículos em frente ao novo estacionamento.

Fonte: WH Comunicações